Notícias - ConsumidorNotícias - Oficina

AUTOMEC promove live com líderes do aftermarket e apura: A digitalização vai promover a retomada do setor

A Automec, maior evento de negócios de reposição, reparação e manutenção automotiva da América Latina, organizado pela Reed Exhibitions, está promovendo uma série de lives para discutir com os principais representantes do mercado de reparação e manutenção automotiva os novos caminhos para a retomada das atividades da indústria frente à crise atual.

Na discussão da primeira live da série, realizada nesta quarta-feira, 10 de junho, o “novo normal” desse mercado envolve principalmente o avanço da digitalização dos processos de negócios para o maior aproveitamento das oportunidades de atender as demandas e expectativas dos públicos envolvidos.

“Quase todo o transporte brasileiro se movimenta pelas rodovias, tanto o de carga como de passageiros. O transporte de carga chegou a operar ao nível de até 30% de utilização – hoje está em torno de 50 a 60% – e o de passageiros chegou a parar totalmente. Aos poucos veremos a retomada desse mercado, que vai contar com um ambiente e uma gestão mais tecnológicos. As empresas precisam avançar com o processo de digitalização, para atender um movo comportamento do público e aproveitar as novas oportunidades”, afirmou a diretora de Marketing da Pacaembu Autopeças, Ana Paula Cassorla.

Para Marcelo Frias, Diretor Executivo da Rufato, o setor de peças de colisão já deu seus primeiros passos para a retomada das atividades no mês de maio, e até poderá atingir no segundo semestre, com a flexibilização da quarentena nas cidades, o nível de vendas do mesmo período do ano passado. Ele explicou durante a live que os consumidores, em função do cenário econômico, deverão preferir ficar mais tempo com seus veículos usados, gerando maior demanda por peças de reposição. Para atender prontamente a esse cenário, as empresas deverão investir mais na digitalização de todos seus controles de estoques e serviços.

“Passamos a usar muito mais os recursos eletrônicos do que antes, como e-mails e WhatsApp, criando muito mais opções de conexão e comunicação com as oficinas. Mesmo as lojas que não tinham tradição de trabalhar com novas plataformas tiveram que se adaptar. Essa tendência veio para ficar. Tecnologia e digitalização do negócio é o grande desafio que o varejo terá de enfrentar”, avaliou Francisco de La Torre, presidente do Sincopeças (Sindicato do Comércio Varejista de Peças e Acessórios para Veículos no Estado de São Paulo).

Antônio Fiola, presidente do Sindirepa (Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios do Estado de São Paulo) não vê um avanço maciço da digitalização nesse segmento. “O B2B, quando envolve o reparador e o varejo, ainda exige o contato pessoal. Já na manutenção preventiva, até dá para implementar a digitalização, pois você faz as compras programadas de peças. Nesse caso, eu acredito que a digitalização vai funcionar no curto prazo”.

De acordo com Fiola, o segmento de reposição vai ser ainda mais fundamental para toda a sociedade, pois a frota vai envelhecer e as oficinas serão fundamentais para manter essa frota funcionando bem.  No entanto, ele apontou a seguinte situação: “Se o banco já escolhia para quem emprestar antes, imagine agora. O governo teve muita dificuldade para disponibilizar esse crédito, pois os bancos não vão facilitar a vida do pequeno empresário”

“Os grandes desafios estão abrindo novas oportunidades para soluções criativas e inovadoras, pavimentando novos caminhos para a indústria. Estamos caminhando para proporcionar uma nova experiência de virtualização da exposição e dos negócios para a Automec”, comentou o anfitrião do encontro, o diretor de Portfólio da Reed Exhibitions, Luiz Bellini.

Sobre a série de lives organizada pela empresa, o CEO da Reed Exhibitions, Claudio Della Nina, explicou que “nosso papel é criar conexões entre nossos expositores e visitantes. Dessa forma, continuaremos a desempenhar nosso papel, independente do meio. Seja este físico, como acontece quando estamos no pavilhão, seja digital, como fizemos com este debate transmitido ao vivo.”

A 15ª edição do evento acontecerá entre 06 e 10 de abril de 2021, na São Paulo Expo. São Paulo, 11 de junho de 2020 –  A Automec – o maior evento de negócios de reposição, reparação e manutenção automotiva da América Latina, organizado pela Reed Exhibitions – está promovendo uma série de lives para discutir com os principais representantes do mercado de reparação e manutenção automotiva os novos caminhos para a retomada das atividades da indústria frente à crise atual.

Na discussão da primeira live da série, realizada nesta quarta-feira, 10 de junho, o “novo normal” desse mercado envolve principalmente o avanço da digitalização dos processos de negócios para o maior aproveitamento das oportunidades de atender as demandas e expectativas dos públicos envolvidos.

“Quase todo o transporte brasileiro se movimenta pelas rodovias, tanto o de carga como de passageiros. O transporte de carga chegou a operar ao nível de até 30% de utilização – hoje está em torno de 50 a 60% – e o de passageiros chegou a parar totalmente. Aos poucos veremos a retomada desse mercado, que vai contar com um ambiente e uma gestão mais tecnológicos. As empresas precisam avançar com o processo de digitalização, para atender um movo comportamento do público e aproveitar as novas oportunidades”, afirma a diretora de Marketing da Pacaembu Autopeças, Ana Paula Cassorla.

Para Marcelo Frias, Diretor Executivo da Rufato, o setor de peças de colisão já deu seus primeiros passos para a retomada das atividades no mês de maio, e até poderá atingir no segundo semestre, com a flexibilização da quarentena nas cidades, o nível de vendas do mesmo período do ano passado. Ele explicou durante a live que os consumidores, em função do cenário econômico, deverão preferir ficar mais tempo com seus veículos usados, gerando maior demanda por peças de reposição. Para atender prontamente a esse cenário, as empresas deverão investir mais na digitalização de todos seus controles de estoques e serviços.

“Passamos a usar muito mais os recursos eletrônicos do que antes, como e-mails e WhatsApp e e-mails, criando muito mais opções de conexão e comunicação com as oficinas. Mesmo as lojas que não tinham tradição de trabalhar com novas plataformas, tiveram que se adaptar. Essa tendência veio para ficar. Tecnologia e digitalização do negócio é o grande desafio que o varejo terá de enfrentar”, avalia Francisco de La Torre, presidente do Sincopeças (Sindicato do Comércio Varejista de Peças e Acessórios para Veículos no Estado de São Paulo).

 Antônio Fiola, presidente do Sindirepa (Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios do Estado de São Paulo) não vê um avanço maciço da digitalização nesse segmento. “O B2B, quando envolve o reparador e o varejo, ainda exige o contato pessoal. Já na manutenção preventiva, até dá para implementar a digitalização, pois você faz as compras programadas de peças. Nesse caso, eu acredito que a digitalização vai funcionar no curto prazo. De acordo com Fiola, o segmento de reposição vai ser ainda mais fundamental para toda a sociedade, pois a frota vai envelhecer e as oficinas serão fundamentais para manter essa frota funcionando bem.  No entanto, ele apontou a seguinte situação: “Se o banco já escolhia para quem emprestar antes, imagine agora. O governo teve muita dificuldade para disponibilizar esse crédito, pois os bancos não vão facilitar a vida do pequeno empresário”

“Os grandes desafios estão abrindo novas oportunidades para soluções criativas e inovadoras, pavimentando novos caminhos para a indústria. Estamos caminhando para proporcionar uma nova experiência de virtualização da exposição e dos negócios para a Automec”, comenta o diretor de Portfólio da Reed Exhibitions, Luiz Bellini.

Sobre a série de lives organizada pela empresa, o CEO da Reed Exhibitions, Claudio Della Nina, explica que “nosso papel é criar conexões entre nossos expositores e visitantes. Dessa forma, continuaremos a desempenhar nosso papel, independente do meio. Seja este físico, como acontece quando estamos no pavilhão, seja digital, como fizemos com este debate transmitido ao vivo.”

A 15ª edição do evento acontecerá entre 06 e 10 de abril de 2021, na São Paulo Expo. 

A Live estará disponível para assistir On Demand no site da Automec.

www.automecfeira.com.br

Gilberto dos Santos                        Cel. (11) 98588-7075
Eduardo Pincigher                          Cel. (11) 99722-9356
contato@expertecia.com.br
www.expertecia.com.br 

Post anteriores

Vídeo mostra cinco segredos do sucesso do Ford Ka Sedan

Próximo post

Lei Nº 14.013, que dispõe sobre o valor do salário-mínimo